Monthly Archives: Junho 2010

Estímulos do Governo e os tugas

Primeiro querem estímulos. Depois de os receberem, dizem que governo gasta mal por estar a entregá-los a outros. Agora queixam-se que lhes tiram o estímulo. É a política tuga no seu melhor. As empresas portuguesas são como aqueles gaiatos que quando crescem, acham que tudo o que o papá fazia é errado e que passariam muito melhor sem as decisões do papá, mas quando estão … Continue reading Estímulos do Governo e os tugas »

Liberdade, jornais e comentários moderados

Aqui os comentários são livres. O software limpa automaticamente mensagens de SPAM, mas o resto tem tudo direito a tempo de antena. A desculpa dos que não entendem que a liberdade deles acaba onde a dos outros começa é sempre a mesma: se lhes damos liberdade, fazem coisas inomináveis. E como exemplo lá vem a quantidade de asneiras que todos os dias se vai dizendo … Continue reading Liberdade, jornais e comentários moderados »

Moderar é escolher

A questão de moderar comentários não é de circunstância ou legalidade: é de principios e de política. Lembram-se destas coisas talvez dos vossos tempos de juventude? José Pacheco Pereira vem agora com a ideia luminosa que os jornais permitem os comentários não moderados para fazerem mais dinheiro. Não lhe passou sequer pela cabeça que os ditos jornais têm obrigações nas suas publicações que ele não … Continue reading Moderar é escolher »

Os Abrantes, as falácias e a desumanização do opositor

A blogosfera está a revisitar todas as tácitas das guerras passadas. Fá-lo ao desumanizar opositores atacando o seu carácter. Isto está a tornar-se principalmente visível na oposição ao Partido no Governo. Referem-se aos seus opositores como Abrantes. A desumanização do opositor foi algo que sempre se usou em todas as guerras. Usam-nos para condicionar psicologicamente quem os ouve, garantindo-lhes a imunidade necessária aos actos que … Continue reading Os Abrantes, as falácias e a desumanização do opositor »