Saramago, Biblia e Caim

Não li ainda o “Caim”, mas desconfio que não vai ser tão cedo pois a “Viagem de um elefante” ainda ali está na cabeceira da cama.

José Saramago está velho, e admito que pessoalmente o ainda nosso Nobel da literatura é pelos seus negativismos e ditos pessoa que me merece o desprezo.

Não tomou chá com as tias para aprender modos e o olhar de superioridade não ajuda a engolir as coisas que diz.

Há um mas: tenho de concordar quando afirma que a Bíblia esta repleta de historias medonhas.

A Biblia serviu no seu tempo o propósito de ser o veiculo das convenções a adoptar por todos os membros da sua Igreja.

Estão lá todos os maus exemplos para nos ensinar sobre a maldade e pequenez do ser humano.

Se o ser humano não recebeu nenhuma melhoria até hoje, já não servirá hoje a Biblia para melhorá-lo.

Deixar uma resposta